quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Manuela ou Sócrates?

Manuela é o nome da professora da minha educação pré-primária, encontrei-a uma vez no Algarve, na praia, vagamente me lembro da sua cara, penso que não era tão dedicada a números como Ferreira Leite, mas por outro lado, era mais interessada pelas pessoas, especialmente, pelas crianças que na altura teriam uns 4 anos e pouco se importavam com regras ou ordens, um pouco como todos nós, mas ela importava-se! Não me lembro de nos perguntar coisas sobre números, mas lembro que se fosse preciso nos colocava a comida na boca, e nunca a ouvi falar de défice. Ferreira Leite, não me lembro de falar de comida, crianças ou outras pessoas, mas sei que défice, e contas públicas passam-lhe pela boca quase todos os dias. Enfim, Manuelas!
Sócrates, filósofo grego, com o seu discípulo Platão, lembro-me do seu apelo à razão e da morte pelos seus ideais. Este Sócrates de agora não aprendeu nada com o que eu estudei, a não ser na arte do discurso, mas essa estava guardada para o seu opositor em "Górgias". Sócrates o 1º M, sabe prometer, conversar, aumentar os impostos, fechar centros de saúde, legalizar o aborto, será que ele sabe o que serão ideais? O outro Sócrates também não sabia governar! Mas nunca quis ser o 1º!
O dilema da escolha.

4 comentários:

sherazade disse...

Para mim... nem um e nem outro!
São farinha do mesmo saco. :p

Mário Martins disse...

Embora os ache muito diferentes, concordo com "nem um nem outro!" Num não confio. Com a outra não concordo

Anónimo disse...

Será que é assim uma escolha tão difícil? É só escolher entre mais do mesmo ou não permitir que a nossa cultura e valores se percam.
Dia 27 de Setembro voto PSD.

A.T.

Mário Martins disse...

O problema é que a cultura de valores sociais, entreajuda e cuidado com os mais necessitados com o PSD se esbatem... e esses também são valores pelos quais pretendo lutar!